Ataque Isquêmico Transitório Abaetetuba, Pará

Procurando por mais informações sobre Ataque Isquêmico Transitório em Abaetetuba? Encontre aqui endereços e telefones de hospitais e médicos em Abaetetuba que podem esclarecer suas dúvidas sobre Ataque Isquêmico Transitório. Aproveite para conseguir dicas e mais informações com nossos artigos informativos e conhecer os hospitais e médicos de sua região.

Clínica São José
(91) 3751-1689
r Siqueira Mendes, 1258, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Hospital Júlia Seffer
(91) 3751-2727
r Pedro Borges Rêgo, 1306, Santa Rosa
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Maternidade Dr Edilson Souza
(91) 3751-1245
av Pedro Rodrigues, 349, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
CEMA-Centro Médico de Abaetetuba
(91) 3751-1462
tv Pedro Pinheiro Paes, 77, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Clinicardio Clínica de Cardiologia
(91) 3751-2445
tv Pedro Pinheiro Paes, 234, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Silva, Manoel J L
(91) 3751-1917
av Dom Pedro II, 613, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
José Manoel M Rodrigues Brandão
(91) 3751-2178
r Siqueira Mendes, 1675, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Hospital Geral Abaetetuba Ltda
(91) 3751-2271
av Dom Pedro II, 1538, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Elza B Brito
(91) 3751-1892
r Br Do Rio Branco, 1877, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Consultório Dr Alberto da Silva Araújo Filho
(91) 3751-1145
av Pedro Rodrigues, 424, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Ataque isquêmico transitório

Ataque isquêmico transitório

Definição
Um ataque isquêmico transitório (AIT) é um episódio no qual uma pessoa tem sintomas similares ao AVC durante 1 a 2 horas.
O AIT é frequentemente considerado um aviso de que um verdadeiro AVC pode acontecer no futuro se nada for feito para preveni-lo.
Nomes alternativos
MiniAVC; AIT; miniderrame
Causas, incidência e fatores de risco
Foto: ADAM
Ataque isquêmico transitório (AIT)O ataque isquêmico transitório (AIT) é causado por um distúrbio temporário no fornecimento sanguíneo a uma área do cérebro que resulta em uma repentina e breve redução da função cerebral. (A redução da função cerebral é chamada de déficit neurológico.)
O AIT é diferente de um AVC. Diferentemente de um derrame, o AIT não causa a morte do tecido cerebral.
Os sintomas de AITs não duram tanto quanto um derrame e não mostram alterações em tomografias computadorizadas ou ressonâncias magnéticas. (Geralmente, o derrame mostra alterações nesses exames.)
A perda temporária de fluxo sanguíneo no cérebro pode ser causada por:
Coágulo sanguíneo em uma artéria do cérebro
Coágulo que viaja até o cérebro de alguma outra parte do corpo (por exemplo, do coração)
Lesão nos vasos sanguíneos
Estreitamento de um vaso sanguíneo do cérebro ou que chega até o cérebro
Por exemplo, a interrupção temporária no fluxo sanguíneo pode ser causada por um coágulo que ocorre e depois se dissolve. O bloqueio se rompe rapidamente e se dissolve.
As causas menos comuns do AIT são:
Um ritmo cardíaco irregular chamado fibrilação auricular
Certos distúrbios sanguíneos, como policitemia, anemia falciforme e síndromes em que o sangue é muito espesso
Doenças que causam problemas nos vasos sanguíneos, como displasia fibromuscular, lúpus eritematoso sistêmico e sífilis
Inflamação das artérias, como arterite, poliarterite e vasculite granulomatosa
Espasmos das pequenas artérias do cérebro
A aterosclerose (“endurecimento das artérias”) é uma doença na qual se formam depósitos de gordura na parede interna das artérias. Essa doença aumenta drasticamente o risco tanto de um AIT quanto de derrames. Aproximadamente de 80 a 90% das pessoas que têm um derrame devido à aterosclerose tiveram um episódio de AIT anteriormente.
Outros riscos de AIT incluem hipertensão arterial, doença cardíaca, enxaquecas, fumar, diabetes e idade avançada.
Sintomas
Os sintomas podem começar de repente, durar pouco (de alguns minutos a 1 ou 2 horas) e desaparecer completamente. Eles podem ocorrer novamente no futuro. Geralmente, os sintomas ocorrem no mesmo lado do corpo quando mais de uma parte do corpo é afetada.
O AIT é diferente de um derrame. Porém, os sintomas do AIT são iguais aos de um derrame e incluem o desenvolvimento repentino de:
Fraqueza muscular no rosto, nos braços ou nas pernas (em geral, de um lado só do corpo)
Dormência ou formigamento de um lado do corpo
Dificuldade para falar ou entender quando os outros falam
Problemas de vista (visão dupla, perda de toda ou parte da visão)
Alterações de sensibilidade envolvendo tato, dor, temperatura, pressão, audição e paladar
Alteração do estado de alerta (incluindo sonolência, perda de resposta, inconsciência ou coma)
Alterações emocionais, de personalidade ou de humor
Confusão ou perda de memória
Dificuldade para engolir
Dificuldade para ler ou escrever
Falta de coordenação ou equilíbrio, descoordenação ou dificuldade para caminhar
Tontura ou sensação anormal dos movimentos (vertigem)
Perda de controle da bexiga ou do intestino
Incapacidade de reconhecer ou identificar estímulos sensoriais (agnosia)
Exames e testes
O AIT não mostra alterações no cérebro em tomografias computadorizadas ou ressonâncias magnéticas (a maioria dos casos de derrame mostra alterações nesses exames.) Como os sintomas e os sinais podem ter desaparecido completamente até chegar ao hospital, o diagnóstico do AIT pode ser feito somente a partir do histórico médico da pessoa.
O exame físico deve incluir um exame neurológico, que pode ser anormal durante o episódio, mas voltar ao normal após o episódio.
A pressão arterial pode estar alta. O médico usará um estetoscópio para auscultar o coração e as artérias. Um som anormal chamado sopro pode ser escutado na artéria carótida do pescoço ou em outra artéria. O sopro é causado por um fluxo sanguíneo irregular. Em alguns casos, a pressão arterial baixa também pode ser vista antes que ocorram os sintomas do AIT.
Serão feitos exames para descartar a possibilidade de derrame ou de outras doenças que possam provocar os sintomas:
Quase sempre é feita uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética
Também podem ser feitos angiogramas, angiograma por tomografia computadorizada ou por ressonância magnética
Se o médico achar que você pode ter um coágulo no coração, poderá solicitar um ecocardiograma
O ultrassom da carótida pode mostrar se houve estreitamento das artérias do pescoço. O arteriograma cerebral revela quais são os vasos sanguíneos bloqueados ou com hemorragia
Um eletrocardiograma ou um monitoramento do ritmo cardíaco poderão ser feitos para verificar se há ritmo cardíaco irregular
Entre os testes e os procedimentos adicionais estão:
Exames de coagulação para descartar um distúrbio do sangue
Perfil metabólico
Hemograma
Proteína C-reativa
ECG
Velocidade de hemossedimentação (VHS)
Lipídios séricos
Exame de sífilis, doença de Lyme e outras infecções
O médico pode usar esses testes para verificar a existência de hipertensão arterial, doença cardíaca, diabetes, colesterol alto e doença vascular periférica.
Tratamento
O objetivo é impedir que ocorra um derrame.
Se você teve um AIT nas últimas 48 horas, provavelmente será internado no hospital para que os médicos possam determinar as causas e o tratamento.
Os distúrbios subjacentes, como hipertensão arterial, doença cardíaca, diabetes e distúrbios sanguíneos devem ser tratados adequadamente.
Foto: ADAM
EndarterectomiaAnticoagulantes, como a aspirina, podem ser receitados para reduzir a coagulação do sangue. Outros medicamentos são dipiridamol, clopidogrel, heparina, varfarina ou similares. O tratamento pode continuar por tempo indeterminado.
A cirurgia (endarterectomia carotídea) pode ser apropriada para algumas pessoas com artérias do pescoço obstruídas.
É necessário parar de fumar.
O médico pode recomendar uma dieta baixa em gordura e sal. Outras alterações na dieta também podem ser recomendadas.
Evolução (prognóstico)
O AIT não causa danos permanentes ao cérebro.
Contudo, é um aviso de que um verdadeiro avc pode acontecer no futuro. Mais de 10% das pessoas que têm AIT terão um derrame em até 3 meses. A metade desses derrames ocorre durante as primeiras 48 horas após o AIT. O derrame pode acontecer no mesmo dia ou mais tarde. Algumas pessoas têm somente um episódio, enquanto outras apresentam episódios recorrentes.
A probabilidade de um avc futuro pode ser reduzida fazendo um acompanhamento médico rigoroso para administrar os fatores de risco.
Complicações
Entre as complicações do TIA estão:
Morte das células cerebrais devido a um fluxo insuficiente de sangue no cérebro
Lesão ocorrida por queda
Derrame
Ligando para o médico
O AIT é uma emergência médica. Não ignore os sintomas simplesmente porque eles desaparecem. Eles podem ser o prenúncio de um futuro avc.
Prevenção
A prevenção do AIT envolve controlar os fatores de risco, como hipertensão, diabetes, doença cardíaca e outros distúrbios associados. É necessário parar de fumar.
Referências
Mosca L, Banka CL, Benjamin EJ, et al. Evidence-Based Guidelines for Cardiovascular Disease Prevention in Women: 2007 Update. Circulation. 2007; Published online before print February 19, 2007.
Goldstein LB. Prevention and management of stroke. In: Libby P, Bonow RO, Mann DL, Zipes DP, eds. Libby: Braunwald's Heart Disease: A Textbook of Cardiovascular Medicine. 8th ed. Saunders;2007:chap 58.
Easton JD, Saver JL, Albers GW, Alberts MJ, Chaturvedi S, Feldmann E, et al. Definition and evaluation of transient ischemic attack: a scientific statement for healthcare professionals from the American Heart Association/American Stroke Association Stroke Council; Council on Cardiovascular Surgery and Anesthesia; Council on Cardiovascular Radiology and Intervention; Council on Cardiovascular Nursing; and the Interdisciplinary Council on Peripheral Vascular Disease. Stroke. 2009 Jun;40(6):2276-93.
Atualizado em 18/6/2011, por: Kevin Sheth, MD, Department of Neurology, University of Maryland School of Medicine, Baltimore, MD. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.
Todas as doenças

A A.D.A.M., Inc. é reconhecida pela URAC, também chamada de American Accreditation HealthCare Commission (Comissão de Reconhecimento de Cuidados de Saúde) – www.urac.org. O programa de reconhecimento da URAC é uma auditoria independente com o objetivo de verificar se a A.D.A.M. segue padrões rigorosos de qualidade e responsabilidade. A A.D.A.M. está entre as primeiras empresas a conquistar essa importante distinção para informações e serviços de saúde on-line. Saiba mais sobre a política editorial, o processo editorial e a política de privacidade da A.D.A.M. A empresa é também um membro fundador da Hi-Ethics e segue os princípios da Health on the Net Foundation (Fundação da Saúde na Internet) – www.hon.ch.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- 2011 A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.