Carcinoma Basocelular Abaetetuba, Pará

Procurando por mais informações sobre Carcinoma Basocelular em Abaetetuba? Encontre aqui endereços e telefones de hospitais e médicos em Abaetetuba que podem esclarecer suas dúvidas sobre Carcinoma Basocelular. Aproveite para conseguir dicas e mais informações com nossos artigos informativos e conhecer os hospitais e médicos de sua região.

Clínica São José
(91) 3751-1689
r Siqueira Mendes, 1258, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Silva, Manoel J L
(91) 3751-1917
av Dom Pedro II, 613, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Consultório Dr Alberto da Silva Araújo Filho
(91) 3751-1145
av Pedro Rodrigues, 424, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Elza B Brito
(91) 3751-1892
r Br Do Rio Branco, 1877, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Clinicardio Clínica de Cardiologia
(91) 3751-2445
tv Pedro Pinheiro Paes, 234, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Maternidade Dr Edilson Souza
(91) 3751-1245
av Pedro Rodrigues, 349, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Hospital Júlia Seffer
(91) 3751-2727
r Pedro Borges Rêgo, 1306, Santa Rosa
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
José Manoel M Rodrigues Brandão
(91) 3751-2178
r Siqueira Mendes, 1675, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Hospital Geral Abaetetuba Ltda
(91) 3751-2271
av Dom Pedro II, 1538, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
CEMA-Centro Médico de Abaetetuba
(91) 3751-1462
tv Pedro Pinheiro Paes, 77, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Carcinoma basocelular

Carcinoma basocelular

Foto: ADAM
Câncer basocelularDefinição
O carcinoma basocelular é uma forma de câncer de pele que se desenvolve lentamente.
Nomes alternativos
Úlcera roedora; câncer de pele – células basais; câncer – pele – células basais
Causas, incidência e fatores de risco
O câncer de pele é dividido em dois grupos principais: melanomas e não melanomas. O carcinoma basocelular é um tipo de câncer de pele não melanoma e a forma de câncer mais comum nos Estados Unidos. De acordo com a Sociedade Americana de Câncer, 75% de todos os cânceres de pele são carcinomas basocelulares.
O carcinoma basocelular começa na primeira camada da pele, chamada de epiderme. Ele cresce lentamente e é indolor. Uma nova formação na pele que sangra facilmente ou que não cicatriza direito pode indicar um carcinoma basocelular.
Foto: ADAM
Carcinoma basocelular — imagem detalhadaA maioria desses cânceres ocorre em regiões da pele que são regularmente expostas à luz do sol ou a outras radiações ultravioleta. Ele também pode aparecer no couro cabeludo.
O câncer de pele basocelular costumava ser mais comum em pessoas acima de 40 anos, mas hoje ele é frequentemente diagnosticado em pessoas mais novas.
O risco de ter câncer de pele basocelular é maior se você tiver:
Pele clara
Olhos verdes ou azuis
Cabelo loiro ou ruivo
Superexposição a raios-X ou outras formas de radiação
O câncer de pele basocelular quase nunca se espalha. Mas, se não for tratado, ele pode crescer para as regiões e para os tecidos e ossos próximos à área atingida.
Sintomas
Foto: ADAM
Síndrome do nevo basocelular – invaginações plantaresO carcinoma basocelular pode apresentar apenas uma aparência levemente diferente da pele normal.
O câncer pode parecer uma protuberância ou formação na pele:
Com aspecto perolado ou ceráceo
De cor branca ou rosa claro
Cor de pele ou marrom
Em alguns casos, a pele pode estar apenas um pouco elevada ou mesmo achatada.
Você pode ter:
Uma ferida na pele que sangra com facilidade
Uma ferida que não cicatriza
Pontos que vazam líquido ou que apresentam crosta na ferida
Aparência de uma ferida cicatrizada sem ter machucado a região
Vasos sanguíneos irregulares no local ou ao redor dele
Uma ferida com uma área afundada no meio
Exames e testes
O médico examinará a pele e observará o tamanho, o formato, a cor e a textura das áreas suspeitas.
Se o câncer de pele for uma possibilidade, um pequeno pedaço de pele será removido da área e examinado em um microscópio. Esse procedimento é denominado biópsia de pele.
Ele deve ser realizado para confirmar o diagnóstico de carcinoma basocelular ou de outros cânceres de pele. Existem muitos tipos de biópsias de pele. O procedimento exato a ser usado depende do local com suspeita de câncer de pele.
Tratamento
O tratamento varia conforme o tamanho, a profundidade e o local do câncer basocelular.
Ele será removido usando um dos seguintes procedimentos:
A excisão corta o tumor e utiliza pontos para unir a pele novamente
A curetagem e a eletrodissecação raspam o câncer e utilizam eletricidade para matar qualquer célula cancerígena remanescente
Cirurgia, incluindo a cirurgia de Mohs, na qual a pele é cortada e imediatamente examinada em um microscópio para verificar a presença de câncer. O processo é repetido até que a amostra de pele examinada esteja livre de câncer
A criocirurgia congela e mata as células cancerígenas
Pode-se usar radiação se o câncer tiver se espalhado para os órgãos ou nódulos linfáticos ou em casos de tumores que não podem ser tratados com cirurgia
Os cremes de pele com os medicamentos imiquimod ou 5-fluorouracil podem ser usados para tratar um carcinoma de células basais superficial
Evolução (prognóstico)
O índice de reincidência do câncer de pele basocelular é de cerca de 1% com a cirurgia de Mohs e de até 10% com as outras formas de tratamento. Os carcinomas basocelulares têm uma probabilidade menor de voltar do que os carcinomas maiores. O carcinoma basocelular raramente se espalha para outras partes do corpo.
Faça um acompanhamento com seu médico, conforme recomendado, e examine regularmente a sua pele uma vez por mês usando um espelho para verificar os locais difíceis de enxergar. Ligue para seu médico se perceber qualquer alteração suspeita na sua pele.
Complicações
O câncer basocelular não tratado pode se espalhar para os tecidos e as estruturas ao seu redor, causando lesões. Isso é ainda mais preocupante ao redor do nariz, dos olhos e das orelhas.
Ligando para o médico
Ligue para seu médico se perceber alguma alteração na cor, no tamanho, na textura ou na aparência de qualquer região da sua pele. Você também deve ligar se uma mancha existente ficar dolorida ou inchada, ou se ela começar a sangrar ou coçar.
Prevenção
A melhor maneira de prevenir o câncer de pele é diminuir a exposição ao sol. A luz ultravioleta é mais intensa ao meio-dia; portanto, tente evitar a exposição ao sol durante o período. Proteja a pele usando chapéus, blusas de manga longa, saias longas ou calças.
Sempre use um protetor solar:
Aplique um protetor solar de boa qualidade com FPS (fator de proteção solar) de, no mínimo, 15
Procure utilizar protetores solares que bloqueiam os raios UVA e UVB
Aplique o protetor, no mínimo, 30 minutos antes de sair e reaplique-o frequentemente
Utilize o protetor no inverno também
Examine sua pele regularmente em busca de formações suspeitas ou alterações de:
Cor
Tamanho
Textura
Aparência
Também observe se uma ferida na pele sangra, coça, está avermelhada e inchada (inflamada) ou dolorida.
Referências
Habif TP. Clinical Dermatology. 4th ed. St. Louis, Mo: Mosby; 2004:724-735.
Abeloff MD, Armitage JO, Niederhuber JE, Kastan MB, McKena WG. Clinical Oncology. 3rd ed. Orlando, Fl: Churchill Livingstone; 2004:449-452.
Noble J. Textbook of Primary Care Medicine. 3rd ed. St. Louis, Mo: Mosby; 2001:772-773.
Neville JA, Welch E, Leffell DJ. Management of nonmelanoma skin cancer in 2007. Nat Clin Pract Oncol. 2007;4(8):462-469.
Eigentler TK, Kamin A, Weide BM, et al. A phase III, randomized, open label study to evaluate the safety and efficacy of imiquimod 5% cream applied thrice weekly for 8 and 12 weeks in the treatment of low-risk nodular basal cell carcinoma. J Am Acad Dermatol. 2007;57(4):616-621.
Atualizado em 5/2/2008, por: Kevin Berman, MD, PhD, Associate, Atlanta Center for Dermatologic Disease, Atlanta, GA. Review provided by VeriMed Healthcare Network. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.
Todas as doenças

A A.D.A.M., Inc. é reconhecida pela URAC, também chamada de American Accreditation HealthCare Commission (Comissão de Reconhecimento de Cuidados de Saúde) – www.urac.org. O programa de reconhecimento da URAC é uma auditoria independente com o objetivo de verificar se a A.D.A.M. segue padrões rigorosos de qualidade e responsabilidade. A A.D.A.M. está entre as primeiras empresas a conquistar essa importante distinção para informações e serviços de saúde on-line. Saiba mais sobre a política editorial, o processo editorial e a política de privacidade da A.D.A.M. A empresa é também um membro fundador da Hi-Ethics e segue os princípios da Health on the Net Foundation (Fundação da Saúde na Internet) – www.hon.ch.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- 2011 A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.