Clínicas de Eletroneuromiografia Cambé, Paraná

Procurando por Clínicas de Eletroneuromiografia em Cambé? Encontre aqui endereços e telefones de Clínicas de Eletroneuromiografia em Cambé. Aproveite para conseguir dicas e mais informações sobre Clínicas de Eletroneuromiografia com nossos artigos educativos.

Eduardo Odebrecht Pimentel
(43) 3344-4060
R. Prof. Joao Candido 1515 - Sl 102
Londrina, Paraná
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Efigenio Silvio de Castro Junior
(43) 3321-6410
Rua Souzaaves 1044 - Sala 202
Londrina, Paraná
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Arcenio Iaquinto Filho
(43) 3322-2118
Rua Sen. Souzaaves 1480
Londrina, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Arilson Akira Morimoto
(43) 3324-8744
Av. Bandeirantes 994
Londrina, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Joaquim Celso Andrade Guimaraes
(43) 3329-5060
Bandeirantes 369
Londrina, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Jose Fabre Ferraz
(43) 3348-3040
Rua Prefeito Faria Lima 1313
Londrina, Paraná
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Oswaldo Mansano Junior
(43) 3254-3270
Rua Espanha 570
Cambe, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ana Tereza Ramiro Muzio
(43) 3345-0653
Rua Professor Joao Candido 1515 - Sala 502
Londrina, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Alair Alfredo Berbert
(43) 3334-0606
Rua Amador Bueno 268
Londrina, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Miguel Alberto Piccirillo
(43) 3334-4189
Paes Leme 1264 - Sala 101
Londrina, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Eletroneuromiografia

A eletroneuromiografia é um exame que permite diagnosticar lesões de nervos e doenças dos nervos e músculos. Deve ser realizada por um profissional médico com conhecimentos da anatomia e fisiologia dessas estruturas, bem como das doenças que podem afetá-las.

 

O exame consiste de duas partes: a eletroneurografia e a eletromiografia.

 

Durante a eletroneurografia, sensores (eletrodos) adesivos são aderidos à pele sobre alguns músculos e também sobre o trajeto de alguns nervos e pequenos estímulos elétricos são aplicados em pontos capazes de produzir atividade nesses nervos e músculos, que é captada pelo equipamento. Os estímulos se parecem mais com pequenas “pancadas” do que com “choques”. São em geral muito bem tolerados, até por crianças a partir dos 6-7 anos de idade.

 

Um único eletrodo de agulha bem fina e flexível (gerando apenas pequeno desconforto)  é inserido na pele acima de alguns músculos, e se pede ao paciente que realize algumas contrações musculares leves; o objetivo é analisar a atividade elétrica dos músculos em estudo. Novamente, o desconforto causado é mínimo e perfeitamente tolerável.

 

São raras as contra-indicações para o exame (consulte secretaria na marcação).

 

Como preparo para o exame, não utilizar cremes hidratantes em qualquer parte do corpo a ser examinada  nas 24 horas anteriores ao exame, pois vestígios desses produtos dificultam a aderência dos eletrodos de eletroneurografia. Também é importante levar calções ou saias para o caso de exames dos membros inferiores caso o paciente sinta-se constrangido de usar avental de exames.

 

Finalmente, lembramos que o exame deve ser sempre bilateral, pois a maioria das doenças que afetam um membro também pode afetar o contralateral, e muitas vezes é importante comparar os achados de um nervo ou músculo com aqueles do membro sadio.