Clínicas de Eletroneuromiografia São Paulo, São Paulo

Procurando por Clínicas de Eletroneuromiografia em São Paulo? Encontre aqui endereços e telefones de Clínicas de Eletroneuromiografia em São Paulo. Aproveite para conseguir dicas e mais informações sobre Clínicas de Eletroneuromiografia com nossos artigos educativos.

Paulo Manabu Honda
(11) 5573-1902
Rua Estela 515 (Bloco B cj. 31)
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Paulo Eduardo Riff
(11) 3505-9000
Rua Maestro Cardim 769
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Jean Goncalves de Oliveira
(11) 3266-6296
Centro Especializado em Neurologia e Neurocirurgia Associados Rua Cap
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Luiz Carlos Favaro
(11) 3147-9791
Rua Peixoto Gomide 613 - 9 Andar / Secretaria de Neurologia
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Waldyr Rodrigues dos Santos Junior
Av. Dr. Eneas de Carvalho Aguiar 255
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Eustáquio Martins G. Arouca
113-2621
Maestro Cardim 769 - Bl. 01
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Marcilio Silva Prôa Junior
(11) 3079-6547
R. Pedroso Alvarenga 1255 - Conjunto 52
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Cleise Pereira de Castro Prôa
(11) 3079-6547
R. Pedroso Alvarenga 1255 - Conjunto 52
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Glauco Filellini
(11) 3812-8208
Av Brigadeiro Faria Lima 2413 2413 - C 72
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurologia

Dados Divulgados por
Claudio Pericles
+55 11 26453092
Av. Eng. Luiz Carlos Berrini 1297/ 61
São Paulo, São Paulo
Especialidade
Neurocirurgia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clínica de Eletroneuromiografia

A eletroneuromiografia é um exame que permite diagnosticar lesões de nervos e doenças dos nervos e músculos. Deve ser realizada por um profissional médico com conhecimentos da anatomia e fisiologia dessas estruturas, bem como das doenças que podem afetá-las.

 

O exame consiste de duas partes: a eletroneurografia e a eletromiografia.

 

Durante a eletroneurografia, sensores (eletrodos) adesivos são aderidos à pele sobre alguns músculos e também sobre o trajeto de alguns nervos e pequenos estímulos elétricos são aplicados em pontos capazes de produzir atividade nesses nervos e músculos, que é captada pelo equipamento. Os estímulos se parecem mais com pequenas “pancadas” do que com “choques”. São em geral muito bem tolerados, até por crianças a partir dos 6-7 anos de idade.

 

Um único eletrodo de agulha bem fina e flexível (gerando apenas pequeno desconforto)  é inserido na pele acima de alguns músculos, e se pede ao paciente que realize algumas contrações musculares leves; o objetivo é analisar a atividade elétrica dos músculos em estudo. Novamente, o desconforto causado é mínimo e perfeitamente tolerável.

 

São raras as contra-indicações para o exame (consulte secretaria na marcação).

 

Como preparo para o exame, não utilizar cremes hidratantes em qualquer parte do corpo a ser examinada  nas 24 horas anteriores ao exame, pois vestígios desses produtos dificultam a aderência dos eletrodos de eletroneurografia. Também é importante levar calções ou saias para o caso de exames dos membros inferiores caso o paciente sinta-se constrangido de usar avental de exames.

 

Finalmente, lembramos que o exame deve ser sempre bilateral, pois a maioria das doenças que afetam um membro também pode afetar o contralateral, e muitas vezes é importante comparar os achados de um nervo ou músculo com aqueles do membro sadio.