Hérnia de Disco Curitiba, Paraná

Procurando por mais informações sobre Hérnia de Disco em Curitiba? Encontre aqui endereços e telefones de hospitais e médicos em Curitiba que podem esclarecer suas dúvidas sobre Hérnia de Disco. Aproveite para conseguir dicas e mais informações com nossos artigos informativos e conhecer os hospitais e médicos de sua região.

Aramis Renato Budal Guimaraes
(95) 3132-2245
R Martin Afonso 705
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Lucas Darci Segatti
(41) 9228-9178
Av. Iguacu 820
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
José Marcos
(41) 3345-4477
Rua Guararapes 2208 - Casa
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Benjamin Nogueira Campos Neto
(41) 3283-3044
Rua Alcidio Viana 837 - Edificio Galeno
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Cristina Hsin Wei Hsu Cleto
(41) 3035-5321
Rua Mendes Leitao 282
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Aracy de Cassia Pucu Costa Pinheiro
(41) 3013-4976
Av Republica Argentina 452 - Sala 1002/1003
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ivan Jose Paredes Bartolomei
(41) 3077-4792
Rua da Paz 195 - Sala 1B
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Grau Clinicenter Pinheirinho
413-0168
R Amintas de Barros 990
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Cristina Singer Wallbach
(41) 3283-1154
Rua Dr. Marcelinoogueira 215 - 5ºAndar Sala 23
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Irilea Cristina S. Settim
382-2153
R. Joao Angelo Cordeiro 770 - Sala 02
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Hérnia de disco

Hérnia de disco

Definição
A hérnia (deslocamento) de disco ocorre quando todo – ou parte de – um disco espinhal é forçado a atravessar uma parte mais fraca do disco. Isso gera pressão nos nervos vizinhos.
Consulte também:
Ciática
Nomes alternativos
Radiculopatia lombar; Radiculopatia cervical; Hérnia de disco intervertebral; Prolapso de disco intervertebral; Deslocamento de disco; Ruptura de disco; Hérnia de núcleo pulposo
Foto: ADAM
Cirurgia espinhal lombar – sérieCausas, incidência e fatores de risco
Os ossos (vértebras) da coluna vertebral descem pelas costas conectando o crânio à pelve. Esses ossos protegem os nervos que se originam no cérebro e descem pelas costas formando a medula espinhal. As raízes dos nervos são nervos longos que se ramificam a partir da medula espinhal e saem da coluna vertebral entre cada vértebra.
As vértebras espinhais estão separadas por discos preenchidos com uma substância mole e gelatinosa. Esses discos protegem a coluna vertebral e o espaço entre as vértebras
Esses discos podem ter hérnias (se deslocar) ou rupturas devido a um trauma ou esforço. Quando isso acontece, os nervos espinhais se comprimem, causando dor, dormência ou fraqueza
A hérnia de disco ocorre com mais frequência na região lombar da coluna. Os discos cervicais (do pescoço) são afetados em 8% das vezes. Os discos da parte superior e média das costas (torácicos) raramente estão envolvidos
Radiculopatia se refere a qualquer doença que afete a raiz dos nervos espinhais. A hérnia de disco é uma causa de radiculopatia (ciática).
A hérnia de disco ocorre mais frequentemente em homens de meia idade ou mais velhos, especialmente aqueles envolvidos em atividades físicas extenuantes. Outros fatores de risco são doenças presentes no nascimento (congênitas) que afetam o tamanho do canal lombar.
Sintomas
A dor lombar ou no pescoço pode variar amplamente. Pode ser formigamento suave, dor surda ou sensação de palpitação ou queimação. Em alguns casos, a dor é tão forte que você não consegue se mexer. Você também pode sentir dormência.
A dor ocorre mais frequentemente em um lado do corpo.
Com uma hérnia de disco lombar, você pode sentir uma dor aguda em uma parte da perna, quadril ou nádegas, e dormência em outras partes. Você também pode ter essas sensações na parte posterior da panturrilha ou na planta do pé. Você também pode sentir fraqueza na perna afetada
Com uma hérnia de disco cervical (pescoço), você pode sentir dor ao mover seu pescoço, dor profunda próximo à escápula, ou sobre ela, ou dor que se irradia para o braço, antebraço ou dedos (raramente)
A dor em geral começa gradualmente. Ela pode piorar:
Depois de ficar em pé ou sentar
Durante a noite
Ao espirrar, tossir ou rir
Ao se dobrar para trás ou andar por alguns metros, principalmente se for causada por estenose espinhal
Você também pode sentir fraqueza em certos músculos. Às vezes, você pode até nem perceber até que seu médico o examine. Em outros casos, pode ser difícil levantar a perna ou o braço, ficar na ponta de um dos pés, apertar forte com uma das mãos ou outros problemas.
A dor, a dormência ou a fraqueza, em geral, desaparecem ou melhoram muito em um período de semanas a meses.
Exames e testes
O exame físico e um histórico de dor pode ser tudo o que o médico precisa para diagnosticar uma hérnia de disco. O exame neurológico avalia a força, a sensação e os reflexos musculares. Em geral, o exame da coluna revela uma diminuição da curvatura da coluna na área afetada.
A dor na perna que ocorre quando você se senta em uma mesa de exames e levanta a perna esticando-a normalmente sugere uma hérnia de disco na região lombar.
O teste de Spurling por compressão do forame é usado para diagnosticar radiculopatia cervical. Nesse teste, você deve inclinar a cabeça para frente e para os lados enquanto o médico a pressiona levemente para baixo. O aumento da dor ou da dormência durante esse teste normalmente é um sinal de radiculopatia cervical.
Pode ser feita uma radiografia da coluna para excluir outras causas de dor nas costas ou no pescoço. Entretanto, não é possível diagnosticar uma hérnia de disco somente pela radiografia
A ressonância magnética e a tomografia computadorizada evidenciam a compressão do canal espinhal pela hérnia de disco
Pode ser feita uma eletromiografia para determinar exatamente a raiz de nervo em questão
O teste de velocidade de condução do nervo pode ser feito
O mielograma pode ser usado para determinar o tamanho e a localização da hérnia de disco
Tratamento
O primeiro tratamento para a hérnia de disco é um período curto de repouso com medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios seguido por fisioterapia. A maioria das pessoas que segue esses tratamentos se recupera e retorna a suas atividades normais. Poucas pessoas precisam de mais tratamento, que pode incluir injeções de esteroides ou cirurgia.
MEDICAMENTOS
Anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) e drogas analgésicas narcóticas podem ser administradas a pessoas com uma hérnia de disco súbita causada por algum tipo de lesão (como um acidente de carro ou carregar um objeto muito pesado) que é imediatamente seguido por dor grave nas costas e na perna.
Se você tiver espasmos nas costas, provavelmente receberá relaxantes musculares. Em raras ocasiões, podem ser recomendados esteroides, tanto em pílulas quando diretamente no sangue por meio de uma injeção intravenosa.
Os AINEs são usados para controlar a dor a longo prazo, mas podem ser receitados narcóticos caso a dor não responda aos anti-inflamatórios.
MUDANÇAS NO ESTILO DE VIDA
Dieta e exercícios são cruciais para melhorar a dor nas costas de pacientes com excesso de peso. A fisioterapia é importante para quase todas as pessoas com hérnia de disco. Os terapeutas ensinam como levantar objetos, se vestir, caminhar e realizar outras atividades corretamente. Eles trabalham para fortalecer os músculos que ajudam a sustentar a coluna. Você também conquistará flexibilidade da coluna e das pernas.
INJEÇÕES
As injeções de esteroides nas costas na região da hérnia de disco podem ajudar a controlar a dor por vários meses. Essas injeções ajudam a reduzir o inchaço ao redor do disco e a aliviar muitos sintomas. As injeções espinhais normalmente são aplicadas de forma ambulatorial, usando radiografia ou fluoroscopia para identificar a área onde a injeção é necessária.
Foto: ADAM
Reparação de hérnia de discoCIRURGIA
A cirurgia pode ser uma opção para aqueles poucos pacientes cujos sintomas não desaparecem com outros tratamentos e o tempo. Ela é feita enquanto o paciente está em sono profundo e sem sentir dor (anestesia geral). No procedimento é feita uma incisão na parte inferior das costas, na linha média.
O osso que cobre a medula (lâmina) e se curva ao seu redor é removido (laminectomia) e o tecido que está causando pressão sobre o nervo ou a medula é removido. O orifício pelo qual o nervo passa pode ser ampliado para evitar mais pressão sobre ele. Às vezes, um pedaço de osso (enxerto ósseo), um dispositivo intercorporal (gaiola) ou pedúnculos podem ser usados para fortalecer a área da cirurgia.
Normalmente, os pacientes precisam de fisioterapia para otimizar a mobilidade espinhal após a cirurgia da coluna lombar. Os resultados são variáveis, dependendo da doença tratada. Nem todos os casos de hérnia de disco requerem cirurgia. Pergunte a seu médico quais são as melhores opções de tratamento para você.
Evolução (prognóstico)
A maioria das pessoas melhora com o tratamento conservador. Uma pequena porcentagem pode continuar tendo dor nas costas mesmo depois do tratamento. Pode levar de vários meses a um ano para restabelecer todas as atividades sem dor ou tensão nas costas. As pessoas com determinadas profissões que implicam tensão nas costas ou carregamento de peso podem necessitar mudar de atividade laboral para evitar lesões recorrentes nas costas.
Complicações
Dor nas costas a longo prazo
Perda de movimento ou de sensação nas pernas e nos pés
Perda de funcionalidade de intestinos e bexiga
Lesão medular permanente (muito raro)
Ligando para seu médico
Ligue para seu médico se:
Você desenvolver uma dor grave e persistente nas costas
Se tiver qualquer dormência, perda de movimento, fraqueza ou alterações de hábitos urinários e intestinais
Prevenção
Práticas seguras de trabalho e jogo, técnicas adequadas de levantamento de peso e controle do peso corporal em algumas pessoas para prevenir lesões nas costas.
Alguns médicos recomendam o uso de órteses para as costas para ajudar a sustentar a coluna. Essas órteses podem ajudar a prevenir lesões em pessoas que têm que carregar objetos pesados no trabalho. Porém, o uso excessivo desses dispositivos pode enfraquecer os músculos abdominais e das costas, piorando o problema.
Referências
Chou R, Huffman LH. Medications for acute and chronic low back pain: a review of the evidence for an American Pain Society/American College of Physicians clinical practice guideline. Ann Intern Med. 2007;147:505-514.
Chou R, Huffman LH. Nonpharmacologic therapies for acute and chronic low back pain: a review of the evidence for an American Pain Society/American College of Physicians clinical practice guideline. Ann Intern Med. 2007;147:492-504.
Chou R, Huffman LH. Diagnosis and treatment of low back pain: a review of the evidence for an American Pain Society/American College of Physicians clinical practice guideline. Ann Intern Med. 2007;147:478-491.
Chou R, Atlas SJ, Stanos SP, Rosenquist RW. Nonsurgical interventional therapies for low back pain: a review of the evidence for an American Pain Society clinical practice guideline. Spine. 2009;34(10):1078-93. Review.
Atualizado em 4/6/2011, por: C. Benjamin Ma, MD, Assistant Professor, Chief, Sports Medicine and Shoulder Service, UCSF Dept of Orthopaedic Surgery. Also reviewed by David Zieve, MD, MHA, Medical Director, A.D.A.M., Inc.
Todas as doenças

A A.D.A.M., Inc. é reconhecida pela URAC, também chamada de American Accreditation HealthCare Commission (Comissão de Reconhecimento de Cuidados de Saúde) – www.urac.org. O programa de reconhecimento da URAC é uma auditoria independente com o objetivo de verificar se a A.D.A.M. segue padrões rigorosos de qualidade e responsabilidade. A A.D.A.M. está entre as primeiras empresas a conquistar essa importante distinção para informações e serviços de saúde on-line. Saiba mais sobre a política editorial, o processo editorial e a política de privacidade da A.D.A.M. A empresa é também um membro fundador da Hi-Ethics e segue os princípios da Health on the Net Foundation (Fundação da Saúde na Internet) – www.hon.ch.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles. 1997- 2011 A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.