Micose (Tinha) Curitiba, Paraná

Procurando por mais informações sobre Micose (Tinha) em Curitiba? Encontre aqui endereços e telefones de hospitais e médicos em Curitiba que podem esclarecer suas dúvidas sobre Micose (Tinha). Aproveite para conseguir dicas e mais informações com nossos artigos informativos e conhecer os hospitais e médicos de sua região.

Ivan Jose Paredes Bartolomei
(41) 3077-4792
Rua da Paz 195 - Sala 1B
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Aramis Renato Budal Guimaraes
(95) 3132-2245
R Martin Afonso 705
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dalton Fujiwara Chuman
(41) 3262-4488
Rua Madre Leonie 463
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Aracy de Cassia Pucu Costa Pinheiro
(41) 3013-4976
Av Republica Argentina 452 - Sala 1002/1003
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Cristina Singer Wallbach
(41) 3283-1154
Rua Dr. Marcelinoogueira 215 - 5ºAndar Sala 23
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
José Marcos
(41) 3345-4477
Rua Guararapes 2208 - Casa
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Lucas Darci Segatti
(41) 9228-9178
Av. Iguacu 820
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Grau Clinicenter Pinheirinho
413-0168
R Amintas de Barros 990
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Cristina Hsin Wei Hsu Cleto
(41) 3035-5321
Rua Mendes Leitao 282
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Benjamin Nogueira Campos Neto
(41) 3283-3044
Rua Alcidio Viana 837 - Edificio Galeno
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Micose (Tinha)

Micose (Tinha)

Definição
A micose é uma infecção de pele causada por um fungo e pode afetar a pele do corpo (tinea corporis), do couro cabeludo (tinea capitis), da região da virilha (tinea cruris, também chamada de coceira de jóquei) ou dos pés (tinea pedis, também chamada de pé de atleta).
Normalmente, aparecem várias manchas de tinha na pele ao mesmo tempo.
Foto: ADAM
A micose é uma doença de pele comum, principalmente entre as crianças, mas pode afetar pessoas de todas as idades Nomes alternativos
Dermatofitose; tinha; tinea
Causas, incidência e fatores de risco
A micose é uma doença de pele comum, principalmente entre as crianças, mas pode afetar pessoas de todas as idades. A infecção é causada por um fungo.
Muitas bactérias e fungos habitam o corpo humano. Alguns deles são benéficos ao organismo. Outros podem se multiplicar rapidamente e originar infecções. A micose ocorre quando um certo tipo de fungo cresce e se multiplica em qualquer parte da pele, do couro cabeludo ou das unhas.
Ela é contagiosa e pode ser transmitida de uma pessoa a outra pelo contato direto da pele ou de objetos contaminados como pentes, roupas sujas e pisos de piscinas e de chuveiros, por exemplo. Também é possível pegar micose através de animais de estimação que tenham o fungo. Os gatos são os portadores mais comuns.
Os fungos responsáveis por essa infecção se proliferam em regiões quentes e úmidas. A ocorrência de micose é mais provável quando há umidade frequente (suor, por exemplo) e pequenas lesões na pele, no couro cabeludo ou nas unhas.
Sintomas
Os sintomas da micose são:
Manchas vermelhas, salientes e escamosas que coçam e podem se transformar em bolhas e vazar. As manchas costumam ter bordas bem definidas. Elas são mais vermelhas nas extremidades e apresentam o tom normal da pele no centro. Isso pode lembrar a aparência de um anel. A pele pode ficar mais escura ou clara do que o normal.
Quando a área do couro cabeludo ou da barba é infectada, as manchas não têm pelos.
Se as unhas são infectadas, elas ficam descoloridas, grossas e até mesmo descascar.
Sinais e testes
O diagnóstico da micose é feito primeiramente baseado na aparência da pele. Caso seja necessário a realização de testes, o fungo poderá ser visto como uma fluorescência quando a pele é examinada sob luz azul (denominada de luz de Wood) em uma sala escura.
Foto: ADAM
A micose não é vista com tanta frequência em adultos quanto em crianças, mas quando as condições são propícias ao crescimento, o fungo pode prosperar
Um diagnóstico mais definitivo pode ser realizado através de exame microscópico de células obtidas com a raspagem da região da pele infectada.
Tratamento
A micose geralmente responde bem a cuidados caseiros em até 4 semanas, sem a necessidade de consulta médica.
Mantenha a pele limpa e seca
Aplique produtos antifúngicos (talcos, loções ou cremes), disponíveis em farmácias e supermercados Aqueles que contêm miconazol, clotrimazol ou ingredientes similares são geralmente eficazes
Enquanto estiver infectado, lave os lençóis e as roupas usadas para dormir todos os dias
Uma infecção persistente ou grave pode necessitar de tratamento médico. Caso o cabelo esteja infectado, pode ser necessário o uso de antifúngicos orais. Medicações antifúngicas vendidas sob prescrição médica, como o cetoconazol, são mais fortes que os produtos de venda livre e podem ser necessárias. Também pode ser preciso usar antibióticos para tratar infecções bacterianas relacionadas.
Foto: ADAM
A perna desta criança mostra uma lesão de micose de aparência clássica com clareamento central e uma borda vermelha elevada Animais domésticos infectados também devem ser tratados.
Evolução (prognóstico)
A medicação tópica costuma ter resultados satisfatórios no tratamento da tinha em até 4 semanas. Se a infecção for grave ou resistente (ou seja, não responde bem aos cuidados caseiros), ela responderá rapidamente ao uso de antifúngicos orais.
Complicações
Disseminação da tinha para outras áreas
Infecções de pele bacterianas
Dermatite de contato ou outras doenças de pele
Efeitos colaterais de medicações
Ligando para seu médico
Procure seu médico imediatamente caso haja qualquer sinal de infecção bacteriana que possa ter sido causada por coceira. Esses sinais consistem em inchaço, pele quente ao toque, piora súbita da vermelhidão das manchas, linhas vermelhas, pus, secreção e febre.
Ligue para o médico se:
A micose atingir o couro cabeludo ou a barba.
A pele não apresentar melhoras após 4 semanas de cuidados caseiros.
Prevenção
Para prevenir a micose:
Mantenha a pele e os pés limpos e secos.
Lave o cabelo regularmente, principalmente após cortar o cabelo.
Não compartilhe roupas, toalhas, escovas de cabelo, pentes, adereços de cabeça e outros objetos pessoais. Esses objetos devem ser completamente limpos e secos após o uso.
Use sandálias ou sapatos em academias, vestiários e piscinas.
Evite tocar em animais domésticos com manchas sem pelos.
Referências
Weinstein A. Topical treatment of common superficial tinea infections. Am Fam Physician. 2002; 65(10): 2095-2102.
Gupta AK. Treatments of tinea pedis. Dermatol Clin. 2003; 21(3): 431-462.
Pratte M. Common skin conditions in athletes. Clin Fam Pract. 2003; 5(3): 653.
Todas as doenças