Sanatórios Abaetetuba, Pará

Procurando por Sanatórios em Abaetetuba? Encontre aqui endereços e telefones de Sanatórios em Abaetetuba. Aproveite para conseguir dicas e mais informações sobre Sanatórios com nossos artigos educativos.

Hospital Geral Abaetetuba Ltda
(91) 3751-2271
av Dom Pedro II, 1538, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Consultório Dr Alberto da Silva Araújo Filho
(91) 3751-1145
av Pedro Rodrigues, 424, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Hospital Júlia Seffer
(91) 3751-2727
r Pedro Borges Rêgo, 1306, Santa Rosa
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Silva, Manoel J L
(91) 3751-1917
av Dom Pedro II, 613, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
CEMA-Centro Médico de Abaetetuba
(91) 3751-1462
tv Pedro Pinheiro Paes, 77, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Maternidade Dr Edilson Souza
(91) 3751-1245
av Pedro Rodrigues, 349, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Clinicardio Clínica de Cardiologia
(91) 3751-2445
tv Pedro Pinheiro Paes, 234, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Elza B Brito
(91) 3751-1892
r Br Do Rio Branco, 1877, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Clínica São José
(91) 3751-1689
r Siqueira Mendes, 1258, Algodoal
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
José Manoel M Rodrigues Brandão
(91) 3751-2178
r Siqueira Mendes, 1675, Centro
Abaetetuba, Pará

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Sanatórios

O termo Sanatório foi utilizado por volta de 1950, para locais onde se internavam pacientes que tinham tuberculóse. Estes internatos ficavam situados em regiões de clima saudável e os pacientes precisavam ficar isolados devido ser a tuberculóse doença de fácil transmissão. São José dos Campos, cidades serranas, região entre a cidade de Suzano, Mauá e São Paulo (região do Iguatemi), são exemplos de onde situaram os Sanatórios.

O termo, também, pode ser usado para locais onde outras epidemias foram tratadas. Os locais onde internavam as pessoas com problemas “de cabeça”, chamados de hospícios, também, usavam, para amenizar, o termo de Sanatórios” (com a diferença que tais locais em quase 100% dos casos, não sanavam a doença dos pacientes).

Em 1936 a Ezra fundou um sanatório para tuberculosos em São José dos Campos. O elevado número de casos fazia com que o custo da internação em sanatórios privados e pensões em São José dos Campos e em Campos de Jordão, as ‘zonas climatéricas’, fosse alto, tornando necessária a construção de um sanatório próprio. O sanatório teve 120 leitos e mantinha um convênio com o instituto de previdência do Estado. Imigrantes judeus de todo o país eram enviados para lá, o que mobilizou campanhas em várias cidades para manter os conterrâneos de cada cidade e equipar a instituição. O sanatório funcionou até 1966, quando o número de casos de tuberculose diminuiu significativamente. Foi desapropriado em 1966 pela prefeitura de São José dos Campos. A Ezra cogitou construir um hospital psiquiátrico ou uma casa de repouso, projetos que não foram levados à frente.